fbpx

Vermes do sushi apresentaram aumento gigantesco desde os anos 1980

Publicidade

OS 5 TUBARÕES MAIS PERIGOSOS DO MUNDO!

Publicidade

Muita gente aprecia a culinária japonesa e o sushi é o principal prato consumido pelos amantes dessa culinária, mas um estudo recente da Universidade de Washington, nos Estados Unidos trouxe notícias que podem ser consideradas desagradáveis.

OS 5 TUBARÕES MAIS PERIGOSOS DO MUNDO!

O sushi atualmente possui 283 mais parasitas do que possuía na década de 1980, fora analisados dados de diferentes regiões e épocas para chegar a essa conclusão. Chelsea Wood, professora da Escola de Ciências Aquáticas e da Pesca da Universidade, afirma que: “Este estudo aproveita o poder de muitas pesquisas juntas para mostrar uma imagem global de mudança em um período de quase 4 décadas”.

O relatório aponta outros impactos além do que isso pode causar na saúde dos humanos, ele mostra como mamíferos marinhos também são afetados por esse aumento. Nas pessoas que consomem os vermes, os sintomas podem variar desde náusea até diarreia e cessam em poucos dias.

A doença recebe o nome de anisaquíase, mas muitos acreditam ser uma mera intoxicação alimentar. Mas os sushimans são preparados para detectar os vermes na carne dos peixes. Pois eles podem chegar até 02cm de comprimento e apresentam uma coloração esbranquiçada.

Publicidade

Verme facilmente visto a olho nu

Pode-se dizer que dificilmente eles chegaram até o consumidor final.

O problemas é que o ciclo de contaminação se repete, pois os outros mamíferos marinhos ingerem peixes com Anisakis e os expelem pelas fezes, que contaminam pequenos crustáceos, como camarões e depois, esses vermes voltam para os peixes que se alimentam desses pequenos animais;

O que não se sabe ainda, é se eles causam algum impacto na saúde dos mamíferos como baleias e golfinhos. Mas acredita-se que devido a sua alta resistência eles devem produzir algum efeito.Há até especulações de que algumas espécies não conseguem procriar corretamente por conta da anisaquíase.

Também não foi possível determinar a causa desse aumento de vermes de arenque, mas acredita-se que isso tenha ocorrido em decorrência das mudanças climáticas,, entre outros fatores.

Publicidade

Share