Os 10 piores remakes da história do cinema; Se eles já eram filmes clássicos, por que repeti-los?

Publicidade

Há opiniões divididas sobre os remakes : há pessoas que dizem que os filmes devem permanecer em sua versão original, e aquelas outras pessoas que acreditam que é bom dar um toque atual a certos clássicos para apresentá-los às novas gerações.

A verdade é que, independentemente de quem está certo ou errado, o trabalho que é feito para dar nova vida a um filme de sucesso nem sempre tem os melhores resultados, como nesses 10 casos. Confira:

Publicidade

10. Ben Hur – 2016

O filme original de 1959 é um dos maiores clássicos da história do cinema, então, desde o início, parecia louco tentar refazê-lo; mas eles não prestaram atenção e o resultado foi um filme que passou sem dor ou glória.

9. O vingador do futuro – 2012

Você pode pensar que não é tão complicado fazer um filme de Arnold Schwarzenegger de novo, mas aqui está a prova de que não é fácil refazer qualquer filme.

8. Charlie e a fábrica de chocolate – 2005

Apesar de Tim Burton e Johnny Depp, este filme foi longe da magia que Gene Wilder gerou no clássico de 1975.

7. Clash of the Titans – 2010

O original de 1981 gostava de sua simplicidade na história e sequências bem feitas, algo que não conseguiu replicar nesta versão, embora vimos atores como Liam Neeson e Ralph Fiennes como protagonistas.

6. O dia em que a Terra parou – 2008

Publicidade

O original estreou em 1951 e foi um impacto total porque era considerada muito avançada para a época, falando da possível comunicação com extraterrestres, mas neste momento ou a produção Keanu Reeves e Jennifer Connelly poderia salvar este desastre.

5. Psicose – 1998

Algo semelhante aconteceu com Ben Hur , porque sendo filmes de culto é muito difícil para o público aceitá-los, especialmente com cenas icônicas, como neste caso é o chuveiro, que no original de 1960, Alfred Hitchcock lidou com perícia

4. Fama – 2009

Em 1981 a estréia de Fama foi um golpe de vitalidade com a dança e mostrando o mundo dos jovens da época, que nesta nova versão aconteceu à noite, o que a fez ficar em um filme simples, sem a alma de o original.

3. O Planeta dos Macacos – 2001

Embora tenha tentado estabelecer uma franquia com esses filmes, apesar da tecnologia e da maquiagem, eles não foram capazes de competir com o clássico de 1968, que sempre mantém uma tensão e drama impressionantes.

2. Ghostbusters – 2016

Havia muita expectativa de ver um novo filme desses personagens clássicos, mas aparentemente o público pensava muito nas mudanças que eles tentaram, bem como no grande número de piadas que não geravam riso.

1. O Karate Kid – 2010

O que foi dito: envolver-se com filmes e personagens cult só pode representar problemas e quase garantiu o fracasso.

Publicidade

Share