Ele passou os últimos 7 anos realizando procedimentos para ser um “ornitorrinco”. É assim que parece hoje

0 2.609
Publicidade

Muitas vezes ouvimos ou dissemos que devemos ser quem queremos quisermos. Essas palavras são bastante sábias e não há melhor sentimento do que se sentir aceito e amado por si mesmo. No entanto, um jovem russo foi muito longe com essa frase e percebeu que seu sonho era o de se parecer, literalmente com um ornitorrinco. Jenya Bolotov tem 26 anos de idade. E desde sua adolescência sabia que ele era diferente de seus amigos da mesma idade.

Publicidade

Publicidade
News Dog Media

Enquanto hoje muitas pessoas sentem que sua aparência física não mostra o que realmente são em questões de identidade de gênero, e como os transgênero, Jenya sentiu a mesma coisa.

Mas não com o seu gênero, mas com sua própria identidade como ser humano.

News Dog Media

De acordo com suas próprias palavras de acordo com o Daily Mail, o ornitorrinco é seu espírito animal, diz ele. “Eles vêm até mim nos meus sonhos. Eu amo o ornitorrinco” diz ele.

Seu fascínio era tanto com o ornitorrinco que ele decidiu se parecer com um. Nos últimos 7 anos, passou por vários procedimentos para deixar sua aparência humana e se parecer mais com o mamífero da família dos patos.

News Dog Media

“Quando eu era criança, senti que não pertencia a este mundo. Eu senti que não era meu mundo e que eu olhava para ele como se fosse de outro lugar. Eu sabia que eu teria que mudar e viver de maneira diferente para ser feliz”.

News Dog Media

Apesar das muitas modificações que ele fez em todo o seu rosto, Bolotov afirma que ele ainda pode realizar todas as atividades diárias com absoluta normalidade. Comer e falar não tem complicações.

News Dog Media

No entanto, apesar do fato de ele se sentir “completo” com todas as modificações que ele fez, ele afirma que seu rosto atrai “muita atenção negativa”. Os comentários criticando sua aparência de forma prejudicial ao caminhar pela rua são comuns, diz ele. Diante disso, Bolotov os ignora e continua com seu curso.

News Dog Media

A aceitação deve ser uma das necessidades mais básicas do homem que muitos subestimam ou simplesmente ignoram. Mas Jenya Bolotov nos dá uma lição ensinando que, se você quer ser de uma maneira, por mais diferente que seja, você só precisa fazer isso. Embora esteja se tornando o “ornitorrinco humano”.

O que dizer de tal atitude desse rapaz?

Fonte: [UNO]