Chamada pelos amigos de Nadia a “garota do lixo”, agora eles morrem de vergonha e inveja dela

Publicidade

Nos últimos anos, a preocupação com o meio ambiente gradualmente vem à tona, mas ainda continua sendo o grande número de ativistas individuais. São eles que encontram os meios, o tempo e as soluções para resolver muitos problemas, enquanto os políticos estão apenas ocupados em manter seus próprios lugares e aumentar a riqueza. E as pessoas comuns preferem pensar apenas em seus problemas.

Publicidade

Hoje falaremos sobre uma garota de 13 anos da Inglaterra que, apesar de tudo, começou a limpar sua cidade natal e a ajudar nosso planeta pelo menos um pouco mais. Agora seu nome é conhecido por todo o mundo, e esperamos que o ato dela inspire muitos a fazer o mesmo.

Nadia Sparks mora em Norfolk, tem apenas 13 anos. E quando Nadia foi para o ensino médio, seus colegas começaram a se envolver em vários tipos extracurriculares de atividades úteis. A menina decidiu não ficar de lado, mas escolheu um passatempo incomum.

Todas as manhãs, ela acordava uma hora mais cedo e, no caminho para a escola, coletava todo o lixo que chamava sua atenção. Depois da escola ela fazia a mesma coisa, mas do outro lado da rua.

“Estou fazendo algo para proteger o mundo em que as pessoas vivem. Este é um trabalho comum. Somos todos responsáveis ​​por garantir que o planeta esteja seguro. E não pense que alguém se preocupa com isso”, disse Nadia.

Por todo o tempo ela conseguiu coletar mais de mil quilos de lixo. Mas seus colegas não apreciaram a ideia de Nadia e começaram a perseguir a garota.

As crianças lhe deram o apelido de “garota do lixo” e constantemente zombavam de Nadia, levando-a às lágrimas. A mãe apoiou plenamente as atividades da filha e deu-lhe conselhos valiosos.

Publicidade

“Eu disse a ela que ela tem dois caminhos. Ou parar de coletar lixo, e assim de atrair atenção – e, talvez, ficar sozinha. Ou ela poderia se apropriar do apelido de “garota do lixo” para si mesma”, diz a mãe de Nadia.

Nadia escolheu a segunda opção, aceitou o apelido e chegou a criar sua própria marca. Com esse nome, ela criou um grupo no Facebook e lidera uma página no Instagram. Mais tarde, suas ações foram notadas primeiro pelos ingleses e depois pela mídia mundial.

Depois que os jornais escreveram sobre a menina, representantes de vários fundos e programas ambientais aprenderam sobre Nadya. O World Wildlife Fund chegou a designar Nadia como sua embaixadora oficial.

E em 12 de abril de 2019, chegou a hora de Nadia Sparks. A garota recebeu o prémio Points of Light, que foi pessoalmente apresentado por Teresa May a cinco cidadãos do país que conseguiram um sucesso particular na preservação do meio ambiente.

“Estamos muito orgulhosos de Nadia. Foi incrivelmente difícil para ela desde que se tornou ativista, o bullying na escola era bastante sério, mas ela não desistiu e continuou a fazer sua boa ação”, a mãe da menina não se contenta.

A propósito, no dia 25 de abril, a menina mudou-se para uma nova escola, a Reepham High School, onde, segundo Nadia, eles se preocupam com o meio ambiente.

Em um tempo muito estranho em que vivemos quando até as crianças entendem o perigo que paira sobre a humanidade, e os adultos, por algum motivo, não o fazem. Jogar algo assim nos ombros de uma garota de 13 anos de idade, não é um crime?

Resta apenas expressar nossa admiração a Nadia e desejar boa sorte no caminho escolhido!

Publicidade

Share