Caçadores encontraram uma “múmia” em uma caverna: era um homem ainda vivo preso no covil de um urso

Publicidade

A manchete que chocou recentemente o mundo parece ter saído de um filme, mas não foi: o fato comovente aconteceu em uma caverna na República de Tuva, na Rússia.

Quando um grupo de caçadores encontrou o moribundo na caverna de um urso, eles o chamaram de “zumbi vivo” ou “múmia humana”. O homem só lembrava que seu nome é Alexander, mas ele não era capaz de responder a outra pergunta.

Publicidade

Quando eles entraram na caverna deram de cara com uma imagem arrepiante: um homem agonizante, desnutrido e à beira da morte. Na verdade, os caçadores achavam que, na realidade, era uma múmia humana, mas não, era um homem incrivelmente vivo.

Publicidade

Alexandre fora atacado pelo urso, que o levou para a caverna para guardá-lo e comê-lo depois. Mas por razões que não são claras, ele conseguiu sobreviver. E foi imediatamente transferido para o hospital, onde foi internado com várias fraturas e também com a coluna vertebral quebrada.

Alexandre relatou que o animal o atacou e arrastou-o para a caverna. “Ele me preservou como alimento para mais tarde”, disse ele. Além disso, ele acrescentou que sobreviveu comendo restos de comida deixados pelo urso e bebendo  sua própria urina.

Enquanto o paciente permanece em tratamento intensivo, os médicos não conseguem encontrar uma explicação para como ele pode sobreviver tanto tempo com ferimentos tão graves, incapaz de se mover e sem comida.

Publicidade

Share