Dia de hoje: 3 August, 2021

10 fotos que retratam o poder da força de vontade do ser humano

Historicamente não nós faltam exemplos de pessoas que superaram todas as expectativas para alcançar seus objetivos e encantar o mundo com seus feitos.

Sabendo disso, você agora ira ver 10 imagens que exemplificam o poder da força de vontade humana. Confira:

10. Mãos do remador.

O remador inglês Alex Gregory, 2 vezes medalhista de ouro olímpico, postou esta foto em seu Twitter. Estas são as mãos dele depois de passar muito tempo remando. O sucesso tem um preço alto.

© Alex Gregory/ twitter

9. Sobrevivendo em temperaturas extremas.

Wim Hof, ou o Iceman (homem de gelo), é um atleta holandês. Ele detém mais de 20 recordes mundiais, sendo um deles para o banho de gelo mais longo. Ele é o criador de várias técnicas para combater temperaturas extremamente baixas, incluindo o método de respiração de Wim Hof.

© Wim Hof/ twitter

8. De mãos dadas, apoiando um ao outro.

Ma Li e Zhai Xiaowei são dançarinos chineses que atuam em todo o mundo em seu show “Hand in Hand”. Zhai perdeu o braço em um acidente de carro, enquanto sua parceira, Ma, dança sem a perna. O casal já se apresentou em 20 países diferentes e cada performance é um verdadeiro espetáculo à parte.

© cctv.com

7. Escalada.

A foto acima mostra o alpinista americano Alex Honnold, realizando a subida do El Capitan no Parque Nacional de Yosemite. Ele se tornou a primeira pessoa a completar essa ascensão livre por conta própria. A subida levou 3 horas e 56 minutos.

6. 2 milhas do cume do Monte. Evans, Colorado.,

© smashdupsanity/reddit

5. A ginasta mais antiga na modalidade das barras.

Esta atleta alemã de 91 anos ainda faz manobras regulares nas barras paralelas. Começou a praticar ginástica aos 9 anos de idade, mudou para o handebol e voltou para competir em seu esporte favorito aos 56 anos. Ela diz que só vai parar no dia que morrer..

© Johanna Quaas Fanpage/ facebook

4. A primeira pessoa com as duas pernas amputadas a chegar ao topo do Everest.

Mark Inglis perdeu as duas pernas aos 23 anos, quando ficou preso em uma caverna de gelo no pico mais alto da Nova Zelândia. Isso não o impediu de realizar seu sonho e em 2006 ele se tornou o primeiro amputado duplo a escalar o Everest. Entre esses dois eventos, Mark construiu uma carreira como cientista, enólogo, atleta paraolímpico e palestrante motivacional

© Mark Inglis/facebook

3. Tocando violão sem as mãos.

José Antonio Meléndez Rodríguez nasceu sem os dois braços, mas isso não o impediu de tocar violão. Ele aprendeu a tocar violão com os pés. Em 15 de setembro de 1987, ele tocou para o papa João Paulo II e este evento mudou sua vida. Ele lançou seu primeiro álbum em 1989 e tornou-se conhecido em todo o mundo como um talentoso cantor, músico e compositor.

© Lindsay Steele/ wikimedia commons

2. Braço amputado.

Aron Ralston perdeu o braço em um acidente de canionismo. Durante esse acidente, ele não apenas teve que amputar seu próprio braço para libertar-se de um pedregulho desalojado que o prendeu contra uma parede por três dias, mas também teve que sair do desfiladeiro por conta própria. Este acidente não o impediu de seguir sua paixão pelo alpinismo.

© Aron Ralston/ twitter

1. Pernas de ciclista.

Pawel Poljanski, um ciclista polonês, postou esta foto em seu Instagram para mostrar como suas pernas ficaram depois do Tour de France, uma corrida com 165km de extensão.

© Pawel Poljanski/instagram

Bônus:

Rei dos fios.

Nik Wallenda se tornou a primeira pessoa a atravessar o Grand Canyon em um fio. A adrenalina corre em suas veias: seu bisavô percorreu uma caminhada de 60 metros pelas Cataratas de Tallulah, e sua mãe ainda andava em um fio quando estava grávida de Nik. Em 2011, Nik completou a caminhada em San Juan, que tirou a vida de seu bisavô. Em 2012, ele se tornou a primeira pessoa a cruzar um fio diretamente sobre as Cataratas do Niágara, realizando seu sonho de vida e provando que nada é impossível.

© Dave Pape/wikimedia commons

[BrightSide]

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *