Dia de hoje:18 June, 2021

10 dos objetos vikings mais impressionantes já encontrados

Em agosto de 2020 os pesquisadores encontraram uma espada viking de ao menos 1,1 mil anos. Fizeram a descoberta na vila de Vinjeøra, ao sul do condado norueguês de Trøndelag; todavia, acreditam que o local em que o objeto foi achado era uma fazenda pertencente a um guerreiro.

10 – Espada Norueguesa

Já é um achado incrível, mas a situação é ainda mais notável. Quando à desenterraram, os especialistas viram que ela estava presa ao lado esquerdo de um esqueleto viking, sendo que normalmente ela seria colocada do lado direito; esse pode ter sido o primeiro viking canhoto já encontrado.

09 – Cemitério Sueco

No início de setembro foram iniciadas escavações em um terreno perto da abadia de Vreta ao norte da cidade Linkoping, Suécia; encontraram um camitério que possuía 70 tumbas ainda com esqueletos. A ‘descoberta do século’ segundo a emissora suéca STV.

Até o momento os arqueólogos haviam examinado apenas 19 covas do achado, porém, afirmaram eles afirmaram que pelo menos 2 mil restos mortais devem estar enterrados no local(indivíduos do século 11  e da Idade Média) e que irão ser encontrados.

08 – Peça de tabuleiro inglês

Em fevereiro de 2020, Heather Casswell visitou o trabalho de escavação de seu filho na ilha da ilha de Lindisfarne, na costa norte da Inglaterra e avistou um objeto azul dentro da vala escavada. Tratava-se de uma peça do tabuleiro Hnefatafl(jogo do rei), um jogo comum na Era Viking.

De acordo com os pesquisadores, o item feito de vidro e coroado com um anel de bolinhas brancas deve datar de entre os séculos 8 e 9. Tem o tamanho tampa de garrafa e pode ter sido deixado por um guerreiro nórdico em 793 d.C., que é a data do considerado primeiro grande ataque viking na Bretanha.

07 – Flecha na Noruega

Uma rara flecha foi encontrada em Jotunheimen, Noruega. A descoberta ocorreu em março desse ano quando mudanças climáticas derreteram uma geleira por inteira, onde foi encontrado o objeto que possui caraterísticas da Idade do Ferro.

Acreditam que o artefato tenha cerca de 1.500 anos. Tem 17 centímetros e pesa 400 gramas e tem uma pena na parte de trás. Lars Pilo, membro do Programa de Arqueologia Glacial, disse que o aquecimento global causa “um derretimento rápido, e pedaços da história humana se derretem na ordem inversa do tempo.

06 – Barcos de enterro

Durante escavações realizadas em Vinjeora, Noruega, arqueólogos encontraram dois antigos navios viking que eram usados para rituais de enterro de seus membros. Os barcos tinham entre 10 e 15 metros de comprimento e funcionavam como uma espécie de tumba.

Sendo assim, dentro desses túmulos foram descobertos esqueletos. No primeiro navio estav um homem que feleceu no século 8 d. C., e logo acima dele estava uma mulher que foi enterrada em sua própria embarcação, concluíram isso devido ao fato de que ela estava junto  de artefatos raros como um broche dourado em forma de cruz.

05 – Vários artefatos

Novamente, mas em maio, pesquisadores puderam apreciar artefatos que pertencem à Era Viking devido ao gelo derretido causado pelo aquecimento global em Lendbreen, Noruega.

Os arqueólogos puderam analisar ossos de animais, roupas, sapatos, uma grande variedade de ferramentas e equipamentos de montaria. Acreditam que o local foi uma movimentada via na Era Viking.

04 – Tesouro Escocês

Em junho descobriram um impressionante tesouro viking em Galloway, Escócia. Dentre vários, estavam um broche de prata irlandês, artefatos de ouro e cristal e uma seda de Istambul dentro de uma panela.

Especialistas crêem que a maioria dos itens vem do tempo entre os séculos 9 e 10. Para Richard Welander, do Historic Environment Scotland, essa é uma das descobertas viking mais importantes da história. Afirma ele que esses itens “nos falam sobre as sensibilidades da época, revelam demonstrações de rivalidades reais e alguns dos objetos trazem um senso de humor, pelo qual os vikings nem sempre são conhecidos.”

03 – Fragmentos de espada

No norte da Estônia, em dois sítios arqueológicos no condado de Ravela, acharam em outubro do ano passado, fragmentos de pelo menos 100 espadas que pertenciam a guerreiros viking, foi a maior descoberta do tipo já realizada no país.

Os pedaços foram achados a 80 metros do solo e, de acordo com Mauri Kiudsoo,  arqueólogo da Universidade de Tallinn, os pedaços datam de meados do século 10; o especialista disse ainda que os achados são partes de cenotáfios, marcações de túmulos de homens enterrados em terras distantes.

02 – Joias irlandesas

Detectores de metal ajudaram a encontrar, em julho de 2020, joias que pertenciam à mulheres do período viking. As descobertas foram batizadas de tesouros, ou seja, pertencentes à Coroa Britânica, foram feitas na Ilhas de Man, no mar da Irlanda.

Acreditam que os itens sejam do século 10. Segundo a curadora de arqueologia do Manx National Heritage(MNH), Allison Fox, os dois broches têm 10cm e eram usados por mulheres adultas, é absolutamente típico da Era Viking.

01 – Tesouro Alemão

Próximo à vila de Schaprode, na Ilha de Rügen, Alemanha, Luca Malaschnitschenko, de apenas 13 anos e seu professor e arqueólogo amador Rene Schöm, encontraram um impressionante tesouro viking. Entre os itens estavam 600 moedas de prata, colares trançados, pérolas, broches, anéis e um pingente com o martelo de Thor.

De acordo o arqueólogo Michael Schirren, chefe da escavação, 100 dessas moedas foram cunhadas durante o período do reinado de Harald I, o famoso Harald Dente-Azul. Para ele, o achado feito em 2018, “é a maior descoberta de moedas [do reino] de Dente-Azul na região do sul do Báltico e é, portanto, de grande importância”.

Share